Existe Idade Para Mudar de Carreira?

A Ferramenta Primordial na Negociação

    m dia, encontrei um amigo, que já não via faz tempo e depois de conversarmos                  um pouco, veio o assunto de profissões e então me fez a seguinte pergunta: você acha que tem idade para mudar de profissão? Ele relatou que não conseguia ser promovido e isso incomodava muito. Refleti um pouco e respondi: Claro que não! Perguntei, se era feliz com o que fazia, ele disse que não podia renega-la, pois tudo que tinha vinha do que fazia a anos. Voltei a carga: ”Não perguntei isso. Vou repetir: você é feliz com o que faz?”. Então respondeu: “Não”.

Aprendi na vida, que não fazemos sucesso com aquilo que não amamos fazer. Com relação ao trabalho, temos de fazer aquilo que temos “prazer”. Gosto muito de uma frase de Pablo Picasso: “Quando trabalho, descanso. Ficar sem fazer nada ou entreter visitantes me deixa cansado”. Emblemático, contudo retrata de forma direta o que afirmei acima. Nossa relação com nosso trabalho não pode ser diferente de amor e prazer se quiser ter sucesso. 

Voltando ao meu amigo, outro fator que o incomodava bastante era a idade, passando dos 50 anos, tinha muito receio de mudar e fazer burrada. Perguntei a ele se ele tinha um “hobby”, algo que ele fazia e gostava muito e ele respondeu prontamente que sim: ajudar pessoas a atingir seus objetivos. Achei o máximo, não me aguentei e perguntei: “Como? ”. Então dentre tudo que disse, me chamou atenção uma coisa que foi: “ouço cada um com paciência e atenção”, quando ele disse isso, seus olhos brilharam muito. Pronto! Não havia mais barreiras e nem da idade seria capaz de segurar este homem, fazer o que ama fazer. Indiquei que começasse a estudar esse tema com afinco e dedicação. Completei que transição de carreiras é uma coisa séria, que exige experiência e dedicação dele, mas que tudo é possível e só depende do desejo de cada um.

Nós colocamos as barreiras para nosso sucesso. Acreditamos em crenças que limitam nossa capacidade de superar nossos desafios e assim alcançar nossos objetivos. Como diz Tony Robbins: “...enriqueça seu mundo e seu trabalho, colocando neles a mesma curiosidade e vitalidade que coloca em seu lazer”. Ah, deve estar perguntando: e seu amigo? Vai bem obrigado, está estudando para ser “Coaching” e muito feliz.

 

Artigo Publicado por Improta – Especialista de NeuroComunicação 

28 de fevereiro, 2019

U

Contato +55 21 20256608

Breve estaremos com uma morada fixa no Rio de Janeiro/BR

  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

Site by @vanimprota